Cooperativas Educacionais projetam ações para 2011

Como parte da agenda que está sendo elaborada para comemorar o Ano Internacional do Cooperativismo, o Sistema Ocergs-Sescoop/RS promoveu na manhã de 24 de agosto um encontro com as cooperativas Educacionais. A reunião, realizada no Centro de Formação Profissional Cooperativista do Sescoop/RS, em Porto Alegre, contou com a presença de representantes das cooperativas Coopec, de Canela; CMEC, de Gravataí; Cooperconcórdia, de Santa Rosa; Coopeeb e Coeducars, de Porto Alegre, além da Fundação Sicredi. O presidente do Sistema Ocergs-Sescoop/RS, Vergilio Perius, a assessora de formação cooperativista Ubiracy Ávila e o gerente do departamento de Formação Profissional do Sescoop/RS, Helio Loureiro de Oliveira, também participaram.

Entre as sugestões de projetos para 2012 estão um congresso estadual de crianças e adolescentes cooperativistas e um festival no modelo do Rio Grande Canta o Cooperativismo, mas destinado exclusivamente a jovens. Também foi discutida no encontro a criação de uma Federação para o ramo Educacional. “A história do cooperativismo gaúcho sempre se deu através de Federações, mesmo antes da existência da Ocergs. Um cooperativismo organizado precisa disso”, declarou Perius.

Há dois caminhos para a elaboração de projetos no Sescoop/RS: centralizados, quando a elaboração, execução e prestação de contas são de responsabilidade do Sistema Ocergs-Sescoop/RS, e descentralizados, quando as ações são de responsabilidade das cooperativas. As cooperativas – não apenas as Educacionais, mas de todos os ramos – podem encaminhar seus projetos para 2012 até o dia 30 de setembro de 2011, quando se encerra a formulação do orçamento do Sescoop/RS para o próximo ano.

Ainda em 2011, as cooperativas Educacionais farão mais um encontro para dar seguimento ao assunto e trocar experiências sobre projetos já executados, como já ocorreu na reunião de hoje.

O professor Alexandre Dall’Agnese, por exemplo, falou sobre um projeto de sucesso desenvolvido pela Cooperconcórdia, mantenedora do Colégio Concórdia em Santa Rosa. Lá, foi criada uma rede social exclusiva para os alunos, que aderiram e aprovaram a ideia. “Redes sociais são uma forma de reduzir a distância geográfica entre as pessoas e as cooperativas”. A Coopeeb, mantenedora do mesmo Colégio em Porto Alegre, organiza a festa julina cooperativa, outro projeto que fala a linguagem dos jovens. “Os projetos mais importantes farão parte da agenda comum de 2012, coletivamente, estendidos a todo o sistema cooperativista”, garantiu Perius.

Assessoria de Comunicação da OCERGS

Opções de compartilhamento

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x